A Contabilidade ganhou um novo olhar nas últimas décadas. Todo o seu potencial e utilidade gerencial passaram a ser considerados na hora de buscar uma gestão eficiente e eficaz para as organizações. O profissional da área, que a tempos atrás era conhecido como "guarda-livros", hoje figura entre os mais valorizados e disputados no mercado de trabalho. As divisões da Contabilidade – gerencial, de custos e financeira, por exemplo - têm papel importante nas tomadas de decisões. É um cenário novo, dinâmico e desafiador, que pede atenção total, o tempo todo.

Há muito para falar sobre essa conjuntura, mas hoje vamos direcionar nosso foco para uma das áreas dessa ciência: a contabilidade de custos. Este artigo mostrará vários aspectos desse ramo contábil, começando pela definição sobre o que é contabilidade de custos e partindo para outras abordagens, como sua importância, como fazê-la e outros tópicos relevantes.

O objetivo da contabilidade de custos também é um ponto abordado aqui, pois de nada adianta saber o que é sem que se saiba para que serve. Todos os temas presentes neste texto são parte de um excelente curso online do portal Enfoque Capacitação.

No curso de contabilidade de custos, cada conceito, fundamento e exemplo prático foi elaborado com toda dedicação e cuidado pelo departamento de pedagogia do portal. Veja tudo que o curso tem a lhe oferecer. Tenha uma boa leitura, aproveite os ensinamentos e fique ligado nas dicas sobre cursos online que serão dadas ao longo do texto.

O que é contabilidade de custos e qual a sua importância

Esse ramo da Contabilidade ajuda as empresas a entenderem onde estão seus custos e de que forma eles se comportam. O objetivo da contabilidade de custos é gerar informações para todos os níveis gerenciais das empresas, auxiliando com o planejamento, controle de operações e a determinar seus desempenhos. Os dados coletados, monetários ou físicos, dão suporte às tomadas de decisões que contribuem com o crescimento e desenvolvimento dessas organizações.

Fazer a análise do custo do produto fabricado, do serviço prestado ou da mercadoria vendida é essencial para que as empresas formem o preço de venda e conheçam o seu lucro real. Quando surgiu, a contabilidade de custos atendia a necessidade que as empresas tinham de controlar seus estoques, mas com o tempo foi ganhando importância à medida que ia se tornando uma aliada nas decisões gerenciais.

A importância da contabilidade de custos para as organizações está diretamente ligada às mudanças no cenário econômico, como a globalização das economias, por exemplo, e mais recentemente a crise no país, que colocou a classe empresarial em estado de alerta. Reduzir os custos ao mínimo possível e permanecerem competitivas passaram a ser os grandes desafios das entidades.

Com base nesse contexto, percebe-se a clara necessidade de profissionais muito bem qualificados e adaptados às novas realidades, o que pode ser proporcionado por cursos online com certificado. Um curso de contabilidade online  pode capacitar, atualizar ou aperfeiçoar esses profissionais, assim como qualquer interessado na área contábil.

Cursos relacionados que podem te interessar:

Como fazer a contabilidade de custos

Nosso curso de contabilidade de custos dará exemplos de como tudo funciona na prática.  Mas vamos mostrar um passo a passo de um instrumento de apoio gerencial, que ajuda com a elaboração da contabilidade de custos em uma organização. Veja os passos:

  1. Todos os dados contábeis sobre os custos de um produto ou serviço específico devem ser coletados, tanto os monetários quanto os físicos

  2. Separação de custos e despesas

  3. Relação dos custos indiretos do produto ou serviço

  4. Rateio dos custos indiretos

  5. Rateio das despesas

  6. Comparação dos custos e despesas totais de cada produto com o faturamento, dessa forma se determina a lucratividade de cada um

  7. Comparação das despesas e custos com os orçamentos, para que sejam determinadas as variações entre o planejado e o executado

  8. Comparação dos custos e despesas por produto com os custos-padrão, assim se determina o que variou entre o normal e o realizado

  9. Observação e registro de tudo que causou as variações nos passos 7 e 8 e, se preciso, fazer a implementação de ações corretivas

Para fazer a contabilidade de custos com eficiência é preciso o conhecimento de um especialista. Cursos a distância são ótimos meios para qualificar esse expert – como o nosso curso online Contabilidade de Custos .

Há o reconhecimento de que o contador de custos é bastante exigido no meio corporativo pela sua atuação como gerador de informações para as gestões organizacionais. Esse profissional deve se adaptar às necessidades do mercado, acompanhando a evolução do mundo empresarial e desenvolvendo competências técnicas e de entendimento de negócios para aplicá-las em suas atividades.

Esses são motivos mais do que suficientes para frisarmos, mais uma vez, a relevância de uma boa qualificação e a contribuição que um curso de contabilidade online pode dar na formação de profissionais da área contábil.

Métodos para a formação do preço de venda

O preço de venda é o que garante lucro ao empreendimento e também a cobertura dos custos. Chegar a esse preço é um dilema aos empreendedores, pois deve ser atrativo para os clientes e competitivo, mas não pode ser muito baixo nem muito alto. Se for muito baixo pode prejudicar o negócio e muito alto pode afastar os potenciais compradores.

Há que se ter parâmetros para formar o preço de venda, pois na base de tentativa e erro pode causar resultados desastrosos para a empresa - esse é um objetivo da contabilidade de custos , chegar a um termo que atenda as organizações e que tenha a atenção do consumidor. Por isso, existem alguns métodos para que se chegue ao melhor preço e que vão de encontro às necessidades ou preferências do empreendedor. Veja alguns que são tratados em nosso curso de contabilidade de custos:

Margem de contribuição

Esse método determina o que sobra no custo de venda, após a dedução dos custos e das despesas variáveis. É um dos mais utilizados e permite que se consiga determinar o quanto a empresa quer ganhar sobre cada produto vendido.

É representado pela fórmula:

Margem de contribuição = valor de venda – custos e despesas variáveis

Exemplo: o custo de um produto é de R$ 55,00 (considerando custos de produção, infraestrutura e impostos). A empresa quer uma margem de contribuição de R$ 40,00 a cada venda. O número final será conseguido por:

40 = valor de venda – 55

40 + 55 = valor de venda

Valor de venda = R$ 95,00

Esse método permite que as despesas sejam cobertas e ainda se consiga uma margem líquida em cada produto vendido.

O que é contabilidade de custos

Markup

O Markup é um método que considera os custos de cada produto. Seu objetivo é chegar a uma precificação que satisfaça as despesas e proporcione o lucro desejado. É importante salientar que não é uma margem de lucro, mas uma estimativa do que se acha ser adequado ao negócio.

O cálculo é feito pela fórmula:

Markup = 100 / [100 - (DV + DF + LP)

Onde as siglas significam os percentuais de:

DV = despesas variáveis

DF = despesas fixas

LP = lucro desejado

Exemplo: consideremos o mesmo produto do exemplo anterior, que tem um custo de R$ 55,00. As despesas de dentro do produto correspondem a 10% as variáveis e 20% as fixas. O fabricante quer ter um lucro de 20%. Então:

Markup = 100 / [100 - (10 + 20 + 20)]

Markup = 100 / [100 – 50]

Markup = 100/50

Markup = 2

O produto deverá custar R$ 110,00 (preço de custo x resultado do markup)

Com base no lucro

Outro método considera o que se deseja ter de lucro sobre o produto. Aqui se acresce um valor ao custo para chegar a um valor mínimo para o preço final.

A fórmula é a seguinte:

100% do preço de venda = custo inicial + percentual das despesas fixas + percentual de lucro desejado

Utilizando os mesmos números dos outros exemplos, temos o custo inicial por R$ 55,00, as despesas fixas em 20% e o lucro também 20%. Então teremos:

100% PV = 55 + 20% PV + 20 % PV

100% PV – 40% PV = 55

60% PV = 55

PV = 55/0,6

PV = 91,67 (valor a ser praticado)

Pesquisa de preços

Um método bastante utilizado é fazer um levantamento de preços praticados pela concorrência. Normalmente adotado quando a empresa quer continuar em destaque no mercado e quando o diferencial do negócio é o valor do produto.

O primeiro passo aqui é definir os concorrentes que serão monitorados, principalmente pela equiparação, pois alguns podem ter valores bastante elevados e nem representarem uma ameaça. Feito isso, faz-se o levantamento de preços, em diferentes momentos, dos produtos desejados. Para que a análise seja a mais precisa possível, é necessário que seja obtida a máxima quantidade de dados que for possível.

O passo seguinte é encontrar as médias dos preços praticados pelos concorrentes e organizar todos os dados obtidos para avaliar o que deve ser mudado. É importante salientar que esse é um método de apoio e não se deve considerar somente ele.

Como você pode observar, aprender o que é contabilidade de custos em nosso curso online vai muito além dos conceitos. Todos os métodos e fórmulas importantes são tratados de forma a facilitar o aprendizado do aluno e deixá-lo afiado para trabalhar com custos de produção e estoque.

Dica: nosso curso online Contabilidade de Custos pode ser instrumento de estudo para quem vai prestar o Exame de Suficiência Contábil.

Entenda o que é ponto de equilíbrio, margem de segurança e alavancagem operacional

Outros pontos tratados em um curso de contabilidade online dizem respeito à análise e tipos de pontos de equilíbrio, ao indicador margem de segurança e o conceito de alavancagem operacional. Conheça um pouco mais sobre cada um deles.

Análise de ponto de equilíbrio

O ponto de equilíbrio representa o nível de atividades nas quais não haverá lucro, tampouco prejuízo. Por exemplo: o ponto de equilíbrio de um negócio é de 55% para um montante de R$ 100 mil. Quando o montante de R$ 55 mil for alcançado, não há mais o risco de prejuízo. Qualquer valor acima disso já passa a ser lucro. O objetivo desse ponto é mostrar quanto é preciso vender para que as receitas se igualem aos custos. É calculado pela fórmula:

Ponto de Equilíbrio = (Custo Fixo / (Receita – Custo Variável)) x 100

Tipos de pontos de equilíbrio

1. Operacional (PEO) ou Contábil (PEC): tem receitas de vendas iguais ao total dos custos operacionais;

2. Financeiro (PEF): tem receitas de vendas iguais aos custos totais, financeiros e operacionais;

3. Econômico (PEE): tem receitas de vendas iguais aos custos totais, fixos e operacionais adicionados do ganho almejado.

Os certificados do Enfoque Capacitação podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Margem de segurança

A margem de segurança está diretamente ligada ao lucro. Toda vez que houver um faturamento (em valor ou em quantidade) que ultrapassar o ponto de equilíbrio, haverá uma margem de segurança. Um fabricante de móveis, por exemplo, tem seu ponto de equilíbrio em 15 mesas fabricadas, mas costuma fabricar 18 mesas mensalmente. As três mesas a mais são a margem de segurança -  que lhe garantem o lucro na produção desse produto e também asseguram que ele tem flexibilidade para fabricar 3 produtos a menos sem ter prejuízo.

Alavancagem operacional

Acontece quando um crescimento percentual (x%) nas vendas causa um crescimento de "n" vezes esse percentual (n vezes x%) no lucro bruto. Isso acontece porque os custos fixos são distribuídos em um volume maior de produção, acarretando em um custo unitário reduzido do produto.

Seu cálculo é dado pela equação:  Alavancagem Operacional = Margem de Contribuição / Lucro

O efeito da alavancagem se relaciona com os gastos fixos da organização e que podem representar riscos para as atividades operacionais. A alavancagem mede a proporção dos riscos e seu impacto diminuirá conforme as vendas crescerem acima do ponto de equilíbrio, gerando um lucro maior.

Se o gestor conhecer bem sobre ponto de equilíbrio e alavancagem, terá ótimos subsídios para estipular suas metas de produção, sabendo que impacto causará no resultado econômico da organização. Por isso cursos a distância voltados à contabilidade de custos são imprescindíveis na qualificação profissional desses gestores.

Os cursos online com certificado que tratam desse ramo da Contabilidade são, inclusive, excelentes formas de estudo para quem está começando a trilhar seu caminho na área contábil. Estudantes de cursos técnicos e de graduação têm muito a aprender com cursos online de contabilidade de custos e ainda podem utilizá-los nas atividades complementares de seu curso.

Além do curso online Contabilidade de Custos, o portal tem muitas outras opções, como Introdução à Contabilidade e Contabilidade Básica. Você sabe que quando o assunto é preparar-se para o mercado de trabalho não devemos economizar em conhecimentos, é preciso aumentar o nosso capital intelectual.

Qualifique-se com excelência no Enfoque Capacitação

Você sabia que o nosso portal tem uma diversidade de cursos online com certificado e que você pode fazer quantos quiser no período de um ano? Quer saber como?

Você se matricula no portal com um investimento de R$ 69,90, pago em taxa única, e tem acesso a um ambiente de aprendizagem moderno e totalmente otimizado para tablets, smartphones e computadores, permitindo que você estude onde e quando quiser.  O investimento lhe dará direito a fazer o curso online desejado e quaisquer outros cursos a distância do Pacote Master.

Faça a sua inscrição e comece a estudar agora mesmo. Qualifique-se com os melhores cursos online do mercado e garanta o seu espaço no mundo do trabalho.

Para finalizar, queremos saber se você entendeu o que é contabilidade de custos e se gostou de nosso artigo. Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida, caso tenha alguma. Bons estudos e até mais!