Um dos problemas que mais afeta a população mundial é a hipertensão arterial, também conhecida como pressão alta. Quando não é controlada, essa doença provoca consequências graves ao organismo. E o que mais preocupa é que, com a vida agitada e maus hábitos, ela tem acometido até mesmo grupos que antes estavam fora de risco, como as crianças e adolescentes. Para se ter uma ideia, a Organização Mundial da Saúde (OMS) revela que cerca de 1 bilhão de pessoas sofrem com hipertensão no mundo todo e por essas e outras que ela merece uma atenção especial dos profissionais e órgãos de saúde, além da sociedade em geral.

Uma das formas mais eficientes de combater esse problema é por meio do conhecimento. Além de cartilhas do governo e palestras, você também pode obter informações específicas e completas em cursos online sobre o tema. Aqui no Enfoque Capacitação oferecemos o Curso Online Hipertensão Arterial, no qual você encontra dados oficiais e aulas aprofundadas sobre as causas, sintomas e tratamentos possíveis. É um conteúdo interessante para quem trabalha na área da saúde, como médicos, enfermeiros, cuidadores de idosos, auxiliares de enfermagem, entre outros, além de pessoas que têm curiosidade em descobrir mais sobre o assunto.

Neste artigo vamos explanar sobre essa temática e mostrar como cursos online com certificado podem abrir novos caminhos para a sua vida profissional e/ou pessoal. Acompanhe.

Tópicos importantes sobre hipertensão arterial

O Brasil conta com o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial (26 abril). Essa data foi criada para lembrar à população sobre os sérios riscos da alta pressão arterial e a importância de controlá-la para ter mais qualidade de vida. É essencial saber que essa doença não é isolada, ela tem o poder de provocar inúmeros problemas, principalmente quando adotamos hábitos "perigosos". Comemos mal e com pressa, não temos tempo para nos exercitar e ainda somos pegos pelo fator "hereditariedade", o qual não temos como fugir.

Quando a hipertensão aparece, é preciso ficar atento e começar a se cuidar, pois ela pode prejudicar a saúde e reduzir o tempo de vida. Por isso, é primordial descobrir tudo sobre ela para ajudar outras pessoas e a si mesmo. Com cursos a distância você pode ter a chance de saber mais a fundo sobre o diagnóstico e os fatores que estão relacionados. E para você começar a se inteirar sobre essa pauta, bem como se atualizar ou aperfeiçoar seus conhecimentos, vamos elencar os cinco principais tópicos a respeito dessa doença.

Cursos relacionados que podem te interessar:

1 - O que é hipertensão

A pressão alta como falamos, é uma doença que não emite sinais, mas é extremamente perigosa. Imagine suas veias e artérias como pequenos canos que recebem o sangue de um enorme tanque: o coração. Quando este bate, significa que está impulsionando o sangue a correr pelos tais "canos", porém, quando eles estão obstruídos por algum motivo, a circulação sanguínea é impedida e a pressão aumenta. É assim que ocorre a hipertensão. 

Para ser diagnosticada com hipertensão, a pessoa deve apresentar a pressão sanguínea igual ou maior que 14 por 9. De acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão, a medida ideal é 12 por 8. Para você compreender melhor, o primeiro número corresponde à pressão arterial sistólica, que é calculada a partir do momento em que o ventrículo esquerdo bombeia o sangue para a veia aorta. Nesta, o valor deve variar entre 120 a 140 mmHg. Já o segundo número representa a pressão diastólica, contabilizada quando o mesmo ventrículo recebe todo o sangue de volta para continuar com a circulação sanguínea. O resultado deve ser 80 mmHg para ser considerado normal.

Se a pressão não está dentro das conformidades, o sangue não passa por todo o organismo de forma saudável e se torna algo preocupante. Estar ciente de como fazer a medição correta para identificar se a pressão está alta, baixa ou na média, é essencial para qualquer profissional de saúde. No Curso Online Hipertensão Arterial aqui do Enfoque Capacitação você aprende tudo sobre a utilização de medidores, sobre os valores e os procedimentos mais utilizados para essa identificação. Confira o próximo tópico para saber ainda mais sobre o diagnóstico.

2 - Como identificar

Muitas pessoas que sofrem com pressão alta relatam sentir palpitações descompassadas no coração e formigamento pelo corpo. Essas sensações são comuns, mas nem todos são passíveis de passar por isso no início, portanto, não devem ser considerados sintomas propriamente ditos. Como já dissemos anteriormente, a hipertensão arterial surge quando menos percebemos, em silêncio. Antigamente, acreditava-se até que dores de cabeça poderiam ser um indício do problema, mas caiu por terra nos dias de hoje.

A melhor maneira de descobrir se tem ou não pressão alta é realizar periodicamente a medição para começar o controle imediatamente. Quando somos acometidos por inchaço nas pernas, falta de ar, fadiga e dores no peito, é sinal de que órgãos importantes já estão atacados. Assim, o tratamento será mais complexo e os riscos de infarto de miocárdio e AVC ainda maiores. É importante também prestar atenção em caso de zumbido no ouvido, fraqueza, visão embaçada e sangramento no nariz.

Ao sentir qualquer mal estar, é primordial que se procure um especialista. É ele quem pedirá exames específicos e fará um diagnóstico mais preciso. Porém, um conhecimento sobre doenças que afetam grande número de pessoas é sempre válido, principalmente para quem trabalha no setor de saúde. Em cursos EAD é possível se tornar um profissional mais apto para identificar a hipertensão e ajudar diversos pacientes. Esta pode ser uma ótima chance de qualificação, por exemplo, no caso de enfermeiros que buscam um curso de enfermagem online de excelência.

3 - Principais causas

Outra questão que precisa ser debatida entre profissionais e a sociedade em geral são as causas mais comuns para o surgimento da hipertensão arterial. São inúmeros fatores que podem levar a esse diagnóstico. Selecionamos os principais deles, que também são evidenciados de modo mais completo em cursos online como o que oferecemos aqui no Enfoque Capacitação. Confira:

Genética

O fator genético é um dos que mais influenciam o surgimento de pressão alta. Um estudo realizado pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo revelou que mais de 80% das pessoas hipertensas possuem histórico na família. "Verificar a incidência da hipertensão em familiares pode ajudar a pessoa a manter os bons hábitos desde cedo, se prevenindo contra uma doença que muitas vezes não apresenta qualquer sintoma", afirma o cardiologista Ivan Clordovil, do Instituto Nacional de Cardiologia. Vale saber que quando um dos pais é hipertenso, a chance do filho herdar o problema é de 25%, mas no caso dos dois pais com hipertensão, a probabilidade é de 60%.

Idade

Apesar da hipertensão entre crianças e adolescentes estar aparecendo com mais frequência, a maior parte dos diagnósticos assertivos são realizados em pessoas com 35 anos ou mais. Na realidade, quanto mais velhos ficamos, mais chances de desenvolvermos doenças crônicas como a pressão alta e diabetes. Depois dos 50 anos de idade, a probabilidade de haver detecção de hipertensão é de 50%. Depois dos 70, essa estimativa sobre para 70%. Pessoas que realizam trabalho em casas de repouso, cuidadores de idosos em domicílio ou enfermeiros que atendem diversas faixas etárias podem aprender mais sobre essa doença arrebatadora em cursos online com certificado. Além do conhecimento amplo e bem completo, eles proporcionam a documentação ideal para comprovar tudo o que foi aprendido. Você ajuda quem precisa e ainda é reconhecido pelo mercado de trabalho.

curso online hipertensão arterial

Tabagismo

O fumo se tornou um problema de saúde pública, pois é considerado um dos maiores vilões da atualidade. Esse vício é capaz de desencadear e agravar hipertensão, diabetes, doenças respiratórias, câncer, problemas circulatórios, entre muitos outros, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Esse poder negativo pode ser comprovado pelo número de mortes: cerca de 200 mil pessoas no Brasil e 5 milhões no mundo todo.

Alimentação

Como falamos no início do texto, a rotina corrida muitas vezes impede uma alimentação adequada, e além disso, estamos cercados por uma grande oferta de comida industrializada e rápida, que facilitam o dia a dia. Ingerir alimentos calóricos, repletos de gordura, açúcares e corantes, por exemplo, tornou-se um hábito entre os brasileiros, e isso tem preocupado os governos. Tanto é que em 2014 o Ministério da Saúde preparou um guia alimentar para ensinar à população como escolher uma dieta saudável e melhorar a qualidade de vida. 

Por aqui você também encontra cursos online com certificado que tratam dessa pauta. Temos o de Obesidade Infantil, um tema super em alta hoje em dia, e o de Terapia Cognitivo - Comportamental, que mostra como é feito o tratamento de pessoas com distúrbios alimentares, incluindo aqueles que têm vício em comida. Quem procura por um bom curso de saúde pública pode aproveitar as nossas dicas para se aprofundar e se qualificar ainda mais. 

Sedentarismo

A prática de atividades físicas é tão importante quanto uma alimentação equilibrada. Exercitar-se regularmente ajuda na prevenção de doenças como a pressão alta, além de problemas cardíacos, AVC, diabetes, diversos tipos de câncer, entre outros. Ao realizar cursos EAD sobre hipertensão, estudantes, profissionais e demais interessados poderão aprender qual é a ligação que os exercícios têm com o surgimento da doença e como eles podem ajudar de forma efetiva. É uma dica para quem busca por um curso de enfermagem online, pois trata de todos os parâmetros que cerceiam essa doença crônica e ajuda no atendimento ao público.

Peso

Uma pesquisa feita pela ONU em janeiro de 2017 mostra que o sobrepeso e a obesidade estão aumentando no Brasil. Já são 54,1% de pessoas que sofrem com o problema no país em decorrência da má alimentação e do estilo de vida sedentário. Estas, inclusive, são duas características que ajudar a acumular gordura abdominal, algo que pode provocar inúmeras doenças crônicas.

4 - Consequências

Os números constatam que vivemos hoje uma epidemia de hipertensão. Por ser uma doença que chega quase sem avisar, os estragos podem ser muito agressivos. Ela pode atingir diferentes estruturas do corpo humano, incluindo órgãos vitais como o coração, os rins e o cérebro. Segundo Dráuzio Varella, o coração fica atrofiado por conta do esforço que precisa fazer para bombear o sangue, e isso desencadeia retenção de líquido nos pulmões e nas pernas. A partir daí, a pessoa hipertensa sente frequente falta de ar e seu fígado aumenta de tamanho.

Com a circulação sanguínea prejudicada pela pressão alta durante muitos anos, as artérias acabam perdendo a elasticidade. Esse processo causa o que conhecemos por arteriosclerose. E não para por aí, não. Para se defender dos danos causados nas paredes internas das veias e vasos, as plaquetas do sangue migram para esta região, o que provoca o acúmulo de gordura. Desta forma, o sangue não consegue circular direito e pode ocorrer o infarto, considerada a primeira causa de morte no Brasil

Uma das consequências do processo de formação de placas de gordura é o aparecimento de danos na circulação cerebral. Quando uma artéria do cérebro se rompe, ocorre o Acidente Vascular Cerebral hemorrágico, mais conhecido por AVC ou derrame cerebral, que acomete 15 mil pessoas no Brasil anualmente. Além de tudo isso, os rins também podem ter seu funcionamento afetado e a pessoa pode ter esteatose hepática, insuficiência renal e sofrer com falência de outros órgãos.

Todos esses problemas são gravíssimos e por isso o conhecimento completo sobre hipertensão é de extrema importância. Em cursos a distância você pode aprender em aulas embasadas e melhorar a sua forma de atender pacientes hipertensos. Você verá que nosso curso sobre o tema pode ser considerado um curso de saúde publica, já que auxilia na identificação de uma doença global.

Os certificados do Enfoque Capacitação podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

5 - Como prevenir e controlar

Um ponto importantíssimo, tanto para profissionais quanto para pessoas que sofrem com o problema, são as formas de prevenção e controle. Segundo informações da Sociedade Brasileira de Cardiologia, manter a pressão arterial equilibrada reduz em 42% o risco de derrame e em 15% o risco de infarto. Pessoas que já convivem com a doença e aquelas que querem evitá-la, devem ficar em alerta e podem aprender bastante em cursos a distância sobre o assunto.

No tópico sobre as principais causas, você pode perceber que o estilo de vida influencia muito no surgimento da pressão alta. Desta maneira, a mudança de hábitos é primordial para manter a pressão na média e ainda adquirir qualidade de vida. Uma das dicas para prevenir o surgimento ou o descontrole da pressão é adotar uma alimentação balanceada, com muitos vegetais, proteínas magras e fibras. É ainda super importante evitar o consumo de frituras e doces. Aliada à alimentação está a prática de exercícios físicos, como já falado por aqui. A sugestão é escolher uma modalidade para realizar regularmente.

Além disso, é essencial evitar o cigarro. A nicotina provoca a contração temporária dos vasos e faz o coração bater mais depressa. Depois de um tempo, os agentes tóxicos do fumo lesam ainda mais as artérias. O álcool também é uma substância que deve ser consumida com moderação - são as doses excessivas que estão relacionadas à hipertensão.

Um outro fator muito significativo na atualidade é o estresse. São tantas tarefas para tomar conta durante o dia que acabamos ficando sobrecarregados, e isso de longe é inofensivo. Tal fato também pode provocar problemas de saúde como a hipertensão. A recomendação é diminuir o ritmo, tirar uns dias de descanso se possível e começar a agir com mais calma. De tão recorrente, esse estado de tensão também pode ser estudado em cursos EAD como os que disponibilizamos aqui no portal. Nosso curso sobre pressão alta traz em um módulo inteiro acerca dos malefícios do estresse e quais atitudes são benéficas para reduzi-lo. Outra capacitação interessante é a de Técnicas de Relaxamento, que podem auxiliar nesse processo. 

Estude sobre hipertensão arterial em cursos online

Você viu que a pressão alta é uma doença crônica que merece a atenção de todos. Profissionais de saúde devem buscar conhecimento sobre ela para ajudar melhor seus pacientes e ainda dar um up em seu currículo profissional. Se você está em busca, por exemplo, de um curso de enfermagem online para agregar a sua formação, considere realizar nosso Curso Online Hipertensão Arterial

Já o público em geral pode se beneficiar bastante com as aulas obtidas em um curso de saúde pública como este, pois recebem noções de como se faz um pré-diagnóstico, aprendem mais sobre características da circulação sanguínea, doenças relacionadas, entre outras informações.

Gostou de saber que há cursos online eficientes sobre hipertensão? Então vai adorar saber que no Enfoque Capacitação você consegue realizar este e diversos outros cursos investindo apenas R$69,90. Que tal? Não perca sua chance de elevar seu nível profissional e adquirir saberes essenciais. Inscreva-se agora no portal.

Tem alguma dúvida a respeito dos cursos ou do tema abordado? Deixe um comentário para a gente, ficaremos felizes em ajudá-lo. Até uma próxima.