Sabemos que os seres humanos são únicos e particulares. No segmento da educação, o ritmo de aprendizado de cada aluno é um bom exemplo desta premissa. Alguns alunos acabam por assimilar as matérias com mais rapidez, enquanto outros necessitam de um pouco mais de tempo. É normal. Neste sentido, a fim de reduzir os desníveis educacionais e colaborar com a otimização do aprendizado, é interessante que escolas, professores e pais considerem a aplicação de atividades de reforço.

Muitos cursos online na área auxiliam os profissionais e demais interessados a abordar a importância do reforço escolar de forma positiva, seja através de conceitos teóricos ou, ainda, de atividades práticas. Aliás, o curso online A Importância do Reforço Escolar – disponibilizado aqui pelo Enfoque Capacitação - é um dos bons cursos que oferecem qualificação sobre o assunto. 

Antes de iniciar uma capacitação profissional e iniciar os projetos relacionados ao reforço escolar, é preciso entender a real necessidade e importância deste reforço, bem como suas principais vantagens e a partir de que momento torna-se necessário. Elaboramos este artigo relacionado ao tema para que você tire todas as dúvidas e contribua com o aprendizagem dos alunos. Boa leitura! 

Sim, o reforço escolar é importante 

Visando uma formação de qualidade – sempre pensando em qualificações amplamente exigidas pela sociedade, principalmente quando o assunto são as oportunidades profissionais – muitos pais optam por inserirem seus filhos em atividades extracurriculares, sejas duas ou três vezes por semana. Geralmente, tais aulas estão relacionadas à aprendizagem de idiomas, informáticaartes, práticas esportivas, dentre outros. Claro que tais ferramentas contribuem de forma positiva com a formação das crianças e adolescentes, mas será que substituir pelo menos uma destas atividades por aulas de reforço escolar não seria extremamente vantajoso, do ponto de vista pedagógico? 

As atividades de reforço, vale dizer, são indicadas tanto para alunos que vivenciam dificuldades de aprendizagem na sala de aula quanto aos estudantes que desejam dar prosseguimento, em casa, aos conhecimentos adquiridos na escola. Algumas pessoas imaginam que o reforço é oferecido apenas por professores particulares, fora do âmbito escolar, mas existem projetos criados pelo próprio MEC nos quais as atividades de reforço são realizadas dentro da escola. Para tanto, é imprescindível que os profissionais da educação estejam aptos a criar estratégias e utilizar métodos que facilitem, de fato, a assimilação do conteúdo escolar pelos alunos – o que pode ser conquistado através de cursos online com certificado na área.  

Voltando às propostas do MEC: o Programa Mais Educação, criado pela Portaria Interministerial nº 17/2007 e regulamentado pelo Decreto 7.083/10, por exemplo, prevê a educação em período integral, direcionando 7 horas semanais do projeto para acompanhamentos pedagógicos, relacionando acompanhamento pedagógico - projeto que se assemelha à um reforço escolar, educação ambiental, esporte e lazer, cultura, artes, cultura digital, dentre outros. O programa atende crianças matriculadas entre o 4º e o 9º ano, que apresentam desempenhos abaixo dos índices considerados satisfatórios.  

Cursos relacionados que podem te interessar:

 

Português e Matemática merecem atenção 

É quase unânime dizer, mas a maior parte dos estudantes, seja de nível fundamental ou médio, já sentiu alguma dificuldade no aprendizado de questões relacionadas às disciplinas de Português e Matemática. Para muitos alunos, entrar na sala de aula e se deparar com fórmulas e equações gigantescas é sinônimo de susto e medo. Para outros, analisar textos e questões gramaticais da língua gera inúmeras dúvidas. 

Neste cenário, aulas de reforço escolar específicas para as disciplinas de Português e Matemática - de forma segmentada – auxiliam os alunos não somente no reforço do conteúdo visto em sala de aula mas, também, trazem excelentes resultados em outras disciplinas, como Física e Química (que pertencem à área de Exatas) e História e Geografia (que são do eixo de Humanas). 

Mesmo com todas estas vantagens, é preciso salientar que os educadores, coordenadores e gestores de educação devem adotar metodologias inovadoras, que realmente atraiam os estudantes e facilitem o processo de aprendizagem. De nada adianta inserir projetos de reforço escolar nas unidades escolares sendo que os docentes e demais profissionais da área não atuam em prol de inovação dos processos de aprendizagem. Muitos cursos EAD, como o curso online Informática Educativa, oferecem aos educadores conhecimentos interessantes sobre metodologias e ferramentas atrativas que podem ser utilizadas em sala de aula. 

Quando falamos sobre Matemática: ao invés de estampar o quadro negro com fórmulas tradicionais e exigir que os alunos copiem e tentem entender o conteúdo desta forma, não seria mais interessante criar, por exemplo, uma planilha simples nas quais os alunos possam inserir as despesas domésticas de sua família e, a partir daí, mergulhar no assunto? Utilizar ações do dia a dia em conjunto às ferramentas tecnológicas sempre é um bom negócio! Alguns cursos a distância, como o curso online Ensino de Matemática na Educação Infantil, abordam o tema de forma lúdica, oferecendo conhecimentos para que o educador trate os conteúdos de forma divertida, porém, gerando aprendizado e interesse dos alunos.

O curso prova que é possível, por exemplo, estudar Matemática com auxílio de jogos e brincadeiras, tornado o processo de aprendizagem bem mais leve e atrativo. É um excelente conteúdo não somente para profissionais que precisam modernizar suas metodologias de aprendizagem dentro da sala de aula, mas também aos envolvidos diretamente em projetos de reforço escolar e estão em busca de um curso de reforço escolar que contribua para uma assimilação mais facilitada do conteúdo proposto.

Agora quando o assunto é Língua Portuguesa, os projetos práticos são amigos do processo de aprendizagem. Para treinar a produção textual dos alunos, por exemplo, vale a estratégia de criar blogs e páginas na internet, possibilitando que os estudantes criem notícias, contos e outros conteúdos escritos relacionados às suas próprias experiências pessoais. Além do vocabulário ser um importante ponto a ser trabalhado em projetos deste tipo, a interpretação de texto e a leitura são outros dois pontos igualmente fortalecidos. 

Benefícios e vantagens do reforço escolar 

As vantagens relacionadas ao reforço escolar vão além do "tirar as dúvidas e entender a matéria proposta". Por se tratar de uma atenção mais direcionada ao aluno, seja em aulas individuais ou em pequenos grupos, as aulas de reforço possibilitam que novos métodos de estudo sejam vivenciados pelo aluno e, por que não, utilizados também durante as aulas regulares. Com a atenção mais próxima do professor, o aluno pode descobrir se consegue assimilar melhor os conteúdos através de leituras, textos, fichas de resumo, dentre outros. 

Como o aluno precisará se dedicar aos estudos dentro e fora da sala de aula, acaba criando o hábito de estudar em casa e, principalmente, não esquecer as tarefas de casa. Se o aluno entende que com a prática dos exercícios em casa (assim como ocorre nas aulas de reforço) ele obtém mais sucesso nos estudos, certamente modificará sua rotina. Em contrapartida, há ainda o aumento da autoconfiança das crianças e adolescentes, uma vez que percebem que são capazes de superar suas dificuldades e conquistar seus objetivos. 

Alguns pais têm a visão errônea de que as atividades extras que envolvem o reforço dos assuntos abordados em salas de aula são como uma espécie de "muleta", na qual o aluno sempre irá se apoiar quando sentir dificuldades no processo de aprendizagem. Para alguns, o aluno acaba não se dedicando tanto nas aulas regulares justamente por saber que poderá contar com o reforço extra fora da sala. Mas o caminho é outro: as atividades de reforço escolar, sejam elas realizadas dentro ou fora do ambiente escolar, serão afastadas da rotina no momento em que o aluno estiver apto a acompanhar o planejamento escolar junto ao restante da sala. Trata-se de um estímulo que visa aprimorar o aprendizado do aluno.