As mídias sociais mudaram radicalmente muitos métodos de comunicação, interação, entretenimento e diversas tarefas cotidianas essenciais para nossa vida. O mundo digital é uma realidade que moldou todos os costumes e estabeleceu até uma cultura própria, baseada em aspectos característicos das redes de conexão e a maneira na qual relacionamos com elas.

A cibercultura está cada vez mais fortalecida e democrática, sendo praticamente impossível viver sem as ligações que estabelecemos ao longo da evolução das redes sociais e todas as ferramentas que a web oferece. É nesse contexto que as mais variadas atividades e ações se voltam para o digital, sobretudo as corporativas e ligadas ao marketing.

Empresas de todos os portes, pessoas e qualquer promoção de marca, ideia, produto ou serviço encontram nas mídias sociais um caminho para atingir cada vez mais indivíduos, ganhar notoriedade e tornar-se até uma referência. Há espaço para todos os tipos de interação, divulgação e troca de comunicação, mas é necessário realizar bons planejamentos e gerenciamentos inteligentes para alcançar os resultados esperados.

Antes de aproveitar o melhor das mídias sociais, suas possibilidades e como podem auxiliar em seu plano de marketing, é fundamental conhecer seus principais conceitos. Será que mídia e rede social é a mesma coisa? Como produzir e monitorar os conteúdos? O que faz um social media? Essas são apenas algumas questões que responderemos neste artigo.

Aprimore sua ótica no tema desvendando esses e outros aspectos – além desse material, o Enfoque Capacitação disponibiliza um curso de mídias sociais completo, preparado especialmente para sua qualificação no assunto, um dos melhores cursos online dessa temática. 

Conceito de redes e mídias sociais

Uma grande dúvida de muitas pessoas que iniciam seus estudos em marketing digital é quanto à diferença de mídias e redes sociais. De um modo geral, ambos os termos são utilizados como sinônimos, com as mesmas funções e propósitos. Porém, em uma visão mais específica de comunicação social, que estuda cada caso detalhadamente, é possível estabelecer certa distinção entre cada versão.

As mídias sociais digitais são derivadas das mídias tradicionais impressas ou audiovisuais que existem há tempos, como a televisão, o cinema, o jornal e o rádio, responsáveis pela disseminação de informação para a massa. Quando aplicadas à internet, formam canais de convergência e criam uma nova mídia, estruturada com funções convencionais e também com quesitos inovadores dependendo da proposta.

Nesse contexto, podemos definir a mídia social como uma prática online presente em inúmeras plataformas, utilizada por pessoas e empresas para produzir e transmitir conteúdo, compartilhar ideias, formar redes de interação e gerar novas experiências. Já a rede social é um método que permite essa comunicação e troca entre as pessoas. Raquel Recuero, autora do livro "Redes sociais na internet", define exatamente as características desse canal:

“Rede social é gente, é interação, é troca social. É um grupo de pessoas, compreendido através de uma metáfora de estrutura, a estrutura de rede. Os nós da rede representam cada indivíduo e suas conexões, os laços sociais que compõem os grupos. Esses laços são ampliados e modificados a cada nova pessoa que conhecemos e interagimos”.

Em suma, podemos entender que a "rede" (conexão) é como uma categoria dentro da mídia social, um espaço disponibilizado para que as pessoas se conectem e interajam entre si. Sendo assim, fazem parte de todo esse universo das mídias digitais, como os blogs, os fóruns e demais canais de conteúdo e comunicação.

Quando se trata do meio corporativo, a grande revolução proposta pelas mídias sociais está no fato da voz que o consumidor conquistou em relação à publicidade, propaganda e as campanhas divulgadas por uma empresa. Agora, as pessoas atuam efetivamente como receptores e podem gerar respostas de acordo com os estímulos que recebem, cenário que não era possível com o conteúdo transmitido na TV e em outras plataformas.

Por outro lado, as marcas passaram a conhecer melhor seu público, o comportamento e as necessidades dos seguidores, o que influencia positivamente no planejamento, nas melhorias e nos resultados. Essa interação direta e constante é muito justa e efetiva para os dois lados, o que leva a cada vez mais empresas e influenciadores a destacarem seus serviços, produtos, ideias e atitudes em diferentes mídias sociais.

 

O que faz o profissional de social media?

O especialista em social media é um profissional multitarefa que lida diretamente com o ambiente a gestão das mídias, seja na criação de conteúdo, no monitoramento, na interação com o público, enfim, são diversas funções que oscilam de acordo com a empresa/canal de comunicação. De modo global, é quem lida diretamente com a audiência proveniente da internet.

O gerenciamento de redes sociaisheart depende de um trabalho contínuo, que contribui para o marketing de relacionamento da empresa com os clientes e no fortalecimento de sua imagem perante aos seguidores. Sendo assim, além de criar conteúdos e divulgá-los de acordo com o plataforma, o social media fará a análise completa desse material, filtrando e medindo o retorno do público em relação à mensagem postada.

Além disso, esse profissional é responsável pelas campanhas e promoções realizadas nas mídias digitais, assim como o estilo de linguagem e comunicação aplicado, o controle de métricas, o retorno sobre investimento (ROI) e todas as estratégias essenciais para a realização de um bom trabalho – que deve ser sempre mensurável, apresentando resultados de acordo com a interação do público com a marca.

Um especialista nessa função deve ter plenas noções de marketing – outbound e inbound -, gostar de produzir conteúdo em variadas versões, ser analítico, estar por dentro das tendências digitais, ser criativo e aprimorar seus conhecimentos em branding e administração. Geralmente, o responsável por essa função é graduado em Comunicação Social, seja em publicidade, marketing, jornalismo, relações públicas, audiovisual e ramos correlatos.

Vale lembrar que o profissional de social media deve se qualificar sempre para entender todas essas mudanças que ocorrem no meio digital. Por isso, é interessante recorrer a um bom curso de mídias sociais e a demais cursos online com certificado que fazem toda a diferença em seu portfólio.

Gestão de conteúdo em mídias sociais

Conteúdo atrativo, qualitativo e agregador: será que é simples unir tudo isso em uma postagem no Facebook, no LinkedIn, no Instagram ou em qualquer outra mídia social? Definitivamente, uma das maiores dificuldades para profissionais de marketing e comunicação está na produção e gestão de conteúdo, seja na hora de criar, divulgar ou monitorar.

Antes de entender melhor porque é tão relevante planejar postagem por postagem, é interessante compreender que as mídias e redes sociais proporcionam uma nova troca de informação entre empresas e consumidores, bem diferente do que acontece com o modelo tradicional:

  • A comunicação é bidirecional, há um diálogo verdadeiro entre as duas partes, uma mensagem divulgada recebe um feedback em tempo real;
     
  • A audiência passou a ter o controle da informação em relação à marca;
     
  • O conteúdo pode ser adaptado, alterado e estruturado em infinitas versões;
     
  • A marca precisa envolver o consumidor e conquistar sua confiança, fortalecendo o relacionamento com a base e retendo aqueles que ainda estão indecisos;
     
  • Grande parte da produção de conteúdo segue padrões criados inicialmente pelos próprios usuários. As redes sociais servem de parâmetro para definir linguagens, estilos, abordagens e métodos de criação de posts, textos, artigos de opinião, vídeos e uma série de materiais que podem ser aproveitados pelo emissor.

Com base nesse cenário, é possível estabelecer um gerenciamento de redes sociais competente, seguindo as etapas de planejamento, execução e monitoramento. E, antes de colocar em prática, é primordial entender perfeitamente:

  1. O perfil do público: quais personas se interessam por sua marca? Quais os potenciais seguidores, sua linguagem, seu comportamento? Como o conteúdo pode responder uma dúvida, resolver um problema ou se adequar a uma necessidade?
     
  2. As melhores mídias de divulgação: em quais canais seu público está presente e quais faz sentido a sua presença? Um erro comum de muitas empresas é criar um perfil em infinitas plataformas e não dar atenção a nenhuma delas. Pense que é mais proveitoso ter uma página no Facebook bem estruturada e atualizada do que um perfil abandonado em todas as redes. Sendo assim, é crucial determinar quais são as mais indicadas para gerenciá-las efetivamente visando boas interações, divulgações e resultados.
     
  3. O tipo de conteúdo: as mídias sociais permitem a criação e transmissão de múltiplos conteúdos, por isso é primordial compreender qual tipo se adapta à mensagem que a marca deseja passar. Em alguns casos, um vídeo interativo pode ser mais interessante. Em outros, vale um texto esclarecedor. Avalie cada situação e as melhores plataformas para divulgar.
     
  4. As possibilidades e a gamificação do conteúdo: buscar maneiras de envolver o público por meio de conteúdos interativos é uma estratégia excelente. A gamificação funciona como uma experiência que pode unir plataformas e projetar desafios para os receptores, para que participem das atividades e contribuam positivamente para as ações. Você pode aplicá-la em datas comemorativas, promoções, campanhas institucionais, divulgação de eventos, etc.
     
  5. O objetivo e a recepção do conteúdo: todo conteúdo tem um propósito e  se modifica de acordo com a mídia social, por isso deve ser planejado previamente. Assim fica mais fácil lidar com a recepção e o monitoramento de cada postagem/interação.

Outro fato preponderante está nas respostas. É importante se atentar aos ensejos do público, respondendo dúvidas, fazendo agradecimentos, dando sugestões e mostrando que sua marca está próxima, atenta a todas as solicitações.

O diálogo deve ser realizado de modo cordial e, dependendo da abordagem, abre espaço até para o uso de linguagens mais simples e tudo que o entretenimento nas redes sociais proporciona. Para se ter ideia, tem empresa que até já criou personagens específicos para interagir com o público, o que é bastante válido e evita a robotização de automatização das respostas, um costume péssimo.

Fique atento: fazer uma boa gestão depende de aperfeiçoamento em muitas funções e ferramentas. Que tal investir em cursos online com certificado para dar um plus em seus conhecimentos, conquistar uma boa vaga de trabalho e alavancar sua própria página? O Curso Online Mídias Sociais é a melhor opção para essas metas.

mídias sociais

Monitoramento de mídias sociais

As práticas de monitoramento são essenciais para avaliar o desempenho de uma marca nas mídias sociais e perceber como está a aceitação do público diante de suas campanhas, ações e mensagens. Além disso, é interessante para entender como é o comportamento das personas, quais seus anseios e como melhorar sua imagem diante dos seguidores/clientes.

Uma "simples" postagem pode receber uma série de respostas de todos os tipos, desde comentários incríveis até opiniões pesadas. A partir daí, é necessário entender o que é funcional e que não agrada, tática que auxilia na melhoria das próximas campanhas e cria até novos conceitos para serem utilizados. Há também situações em que a marca é citada em alguma mídia social, quando as pessoas falam de algum serviço/produto de forma independente, entre outros cenários em que é primordial se atentar e mensurar.

Definir algumas métricas e indicadores é uma boa decisão, pois ajudam nessa medição de performance junto às plataformas da web. Alguns exemplos: fontes de tráfego, número de visitas, número de comentários e curtidas, número de compartilhamentos, taxa de clique, etc.

Por ser um serviço que demanda muita análise e dedicação do profissional de social media, é imprescindível ter boas ferramentas de monitoramento frequente. Atualmente, existe uma porção delas, cada qual com objetivos distintos que auxiliam no processo. Podemos citar a Livebuzz, o Google Analytics, o Quintly, o Social Searcher, entre outras. Além disso, tanto o monitoramento quanto o gerenciamento de redes sociais podem ser apurados com o auxílio de ótimos cursos online

LinkedIn e networking

Para se ter uma ideia de como as mídias sociais influenciam nas relações entre pessoas e marcas, destacamos uma plataforma que conquistou muita visibilidade nos últimos tempos e tornou-se o principal canal para networking: o LinkedIn. É uma das redes sociais mais produtivas para relacionamentos profissionais, em que é possível fazer contatos, encontrar referências, divulgar seu perfil corporativo/portfólio e até procurar vagas de emprego.

Segundo um artigo da Forbes, as duas funções primordiais do LinkedIn são criar uma rede personalizada e gerenciar relacionamentos. Ambas são benéficas tanto para questões profissionais quanto para o crescimento como indivíduo. O networking bem realizado, assim como um marketing pessoal impecável, são condutas que contribuem para efeitos positivos em qualquer carreira.

Com mais de 500 milhões de usuários, o LinkedIn permite a personalização de mensagens e a interação entre pessoas de todos os lugares do mundo, de qualquer área do conhecimento. É uma rede que tem amplo potencial, com vantagens que podem fazer toda a diferença para muitos profissionais que buscam o primeiro emprego, progressão, especialização e troca de informações relevantes.

Os certificados do Enfoque Capacitação podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Publipost

Outra tendência das redes sociais que une pessoas e marcas diretamente é o publipost. Trata-se de um conceito visto até com polêmica por alguns indivíduos, porém, é utilizado com cada vez mais frequência por muitos influenciadores digitais, artistas e páginas que possuem muitos seguidores.

Comum no Instagram e no Facebook, o publipost  - post patrocinado – acontece quando uma marca contrata um influenciador digital para divulgá-la em suas redes pessoais, a fim de alavancar sua imagem junto ao público. Imagine se uma atriz que você admira diz que usa e recomenda determinado produto de tal empresa. Somente com essa recomendação, já é possível criar uma associação da pessoa com a marca: ao ver o produto no supermercado, por exemplo, você lembrará prontamente da artista.

Na parte do contratante, é necessário fazer uma boa escolha para que a marca seja bem representada – uma pessoa com muitos seguidores, que seja bastante admirada ou uma referência em determinado segmento, que tenha visibilidade na mídia, etc. Quanto ao contratado, é essencial conhecer bem o produto e realmente utilizá-lo para não enganar o público. Por mais que seja uma propaganda, ela deve ser feita de modo sutil e natural, como uma dica relevante para os seguidores.

Embora as postagens patrocinadas rendam muito dinheiro para ambas as partes, cabe salientar que o Código de Defesa do Consumidor (CDC) exige que as publicidades sejam identificadas facilmente, sempre sinalizadas na imagem/mensagem. No Instagram, a hashtag #publipost já é suficiente para atender essa regra. No Facebook e Twitter, os posts aparecem como "patrocinados".

Curso Online Mídias Sociais: que tal se especializar?

Perceba que, quando se trata do universo digital, há muitos detalhes a se atentar. Por isso indicamos um curso de mídias sociais para que você tenha uma noção completa de tudo que permeia esse cenário e se especialize de vez no assunto. Esse estudo é indicado para profissionais de comunicação, tecnologia, administração, entre muitas outras.

O Enfoque Capacitação oferece o Curso Online Mídias Sociais e uma porção de cursos online perfeitos para sua qualificação. Estude quando e onde quiser com conteúdos selecionados por um departamento pedagógico exclusivo. Inscreva-se no portal investindo apenas R$69,90 e acesse todos os cursos online com certificado do Pacote Master por um ano.

Capacite-se, atualize-se e não deixe de aprimorar sua formação pessoal e profissional. Aproveite nossa proposta e faça sua matrícula agora. Tem dúvidas sobre o artigo ou algum comentário? Fale com a gente. Boa sorte e até mais!