Você sabe o que é um plano de negócios? Trata-se de uma importante ferramenta gerencial empresarial, desde o início de um empreendimento até sua maturidade. Bem estruturada, tem a função de ajudar o empresário ou empreendedor a planejar e direcionar suas ideias a fim de tomar as decisões mais acertadas possíveis para a sua empresa. É também objetivo do plano de negócios definir metas e gerenciar riscos para o negócio.

O plano de negócios (PN) ajuda a avaliar a viabilidade de uma oportunidade ou ideia de negócio. Ele orienta tanto um novo negócio quanto uma unidade nova de um negócio que já existe. Por meio dele, empreendedores conseguem identificar a melhor estratégia de negócios para a sua empresa.

Profissionais nessa ferramenta são de grande valia no mercado de trabalho e podem atuar com consultorias especializadas nesse planejamento. Mas para isso é preciso estudar e aprender como fazer um plano de negócios e conhecer todos os aspectos relacionados ao tema.

O Enfoque Capacitação desenvolveu um curso de plano de negócios que traz todos os elementos importantes para o aprendizado sobre a ferramenta. Essa opção em qualificação valoriza o seu currículo e lhe deixa preparado para o mercado de trabalho.

Conheça mais sobre nosso curso por meio de alguns tópicos como as etapas do plano de negócios, estratégias comerciais, projeções financeiras, qual modelo de plano de negócios adotar etc. Continua a leitura e descubra o quão interessante é essa temática.

4 etapas de um plano de negócios eficiente

Um plano de negócios eficiente vai ajudar o empreendedor a responder o seguinte questionamento: "Vale a pena abrir, ampliar ou manter o meu negócio?". Para chegar a uma resposta precisa a essa pergunta, o plano deve mostrar se a ideia ou a oportunidade é viável e dará informações completas sobre a concorrência, fornecedores, clientes, pontos fortes e fracos do negócio etc.

Por meio desse documento pode-se identificar possíveis erros, ainda no papel, antes que sejam cometidos no mercado. Quanto mais você conhecer sobre o ramo que pretende atuar e o mercado, mais completo será o plano e maiores serão as possibilidades de sucesso.

Um modelo de plano de negócios pode servir de guia para a criação de um sob medida, de acordo com o ramo e natureza da atividade. Nada impede que os modelos prontos sejam utilizados, entretanto é preciso se ter bem claro que cada tipo de negócio tem suas particularidades.

O que vamos ver agora são as etapas do plano de negócios, que formam a sua estrutura e dão sustentação a todas as informações importantes de análise de mercado, concorrência, estratégia de negócios e outros.

Veja, a partir daqui, como fazer um plano de negócios, um dos pontos altos do Curso Online Plano de Negócios do portal.

Cursos relacionados que podem te interessar:

1. Sumário Executivo

Aqui é apresentado um breve relato do plano de negócios, com seus pontos mais importantes. O que precisa aparecer nesta etapa:

  • Os principais pontos do plano de negócios, de forma resumida: o que é o negócio, principais clientes, localização da empresa, valor que será investido etc.

  • Os dados dos empreendedores, suas atribuições e experiência profissional

  • Dados do negócio

  • A missão da empresa

  • Os setores de atividades: em quais setores pretende atuar (agropecuária, indústria, prestação de serviços, comércio e outros)

  • A forma jurídica: se é empresário individual, MEI, Sociedade Limitada etc.

  • O enquadramento tributário: se é optante pelo Simples, MEI etc.

  • O capital social: informação sobre todos os recursos em moeda, equipamentos, ferramentas e outros. Tudo que foi ou será colocado para montar o negócio.

  • A fonte de recursos: de onde saem os recursos para a implantação da empresa, se são recursos próprios, de terceiros ou os dois.

2. Análise de Mercado

A análise de mercado engloba três elementos: o estudo dos clientes, dos concorrentes e dos fornecedores.

No primeiro caso, será preciso identificar as características gerais de quem irá comprar os produtos ou serviços que serão oferecidos, seus interesses e comportamento, o que os leva a comprar e onde eles estão, ou seja, qual será o alcance do seu negócio (bairro, cidade, Estado etc).

Dos concorrentes devem ser analisados os pontos fortes e fracos, por exemplo: preços praticados, qualidade dos produtos e serviços e dos materiais empregados, atendimento prestado e o que é oferecido de garantia.

Com relação a fornecedores, os pontos importantes são preço, qualidade, prazo de entrega, condições de pagamento e outros. Essa pesquisa pode ser feita até por telefone.

3. Plano de Marketing

A definição do produto ou serviço que será ofertado por um negócio, assim como onde esse item será vendido, o público-alvo, como serão feitas as vendas e o seu preço são partes fundamentais em um plano de negócios. Todas essas informações fazem parte da etapa de Plano de Marketing (PM).

Há diferentes metodologias e maneiras de organizar um plano de marketing, mas normalmente ele é baseado nos 4Ps do marketing (preço, produto, praça, promoção). Dentro do plano de negócios, outros fatores influenciam o desenvolvimento do plano de marketing, como a definição do público-alvo, dos concorrentes e de como tudo influenciará nas receitas e despesas do empreendimento como um todo.

Se quiser se tornar um expert e aprender efetivamente como fazer um plano de negócios, você pode reforçar os conhecimentos com outros cursos online com certificado do portal, de assuntos específicos, como o de plano de marketing.

Veja agora as etapas do PM:

- Descrição dos principais produtos e serviços: o que será vendido, fabricado ou os serviços que serão oferecidos. Aqui devem constar informações sobre as linhas de produtos com tamanho, modelo, cor, embalagem, sabor, rótulo, marca etc., tudo especificado. Para empresas de serviços, deve-se informar todos os serviços que serão prestados e quais as suas garantias.

- Preço: o que o consumidor estará disposto a pagar pelo seu produto ou serviço? Essa informação que deve ser dada aqui, considerando os custos do produto. Ao analisar o quanto o consumidor pagará, pode ser feita a verificação do preço junto aos concorrentes diretos.

- Estratégias promocionais e competitivas: tudo que o empreendedor usa para informar, lembrar e convencer o consumidor de que o seu produto ou serviço deve ser comprado e não o de seu concorrente, é chamado de promoção, uma estratégia de negócios amplamente usada. Veja algumas delas:

  • Propaganda em revistas, rádio, jornal e internet;

  • Amostras grátis;

  • Mala direta, cartões de visitas e folhetos;

  • Carros de som, faixas e outdoors;

  • Descontos;

  • Brindes e sorteios; entre outras.

- Estrutura de comercialização: este ponto se refere aos canais de distribuição, ou seja, de que forma os serviços e produtos chegarão ao cliente: representantes, vendedores internos e externos etc.

- Localização do negócio: aqui é informada a melhor localização para o empreendimento, com a justificativa da escolha do lugar.

Para encerrar este tópico relacionado ao plano de marketing, vamos deixar uma dica de qualificação, um dos melhores cursos online do portal e que ensina muito sobre o marketing online, uma poderosa ferramenta para as empresas: o Curso Online Inbound Marketing.

 

 4. Plano Operacional

Um planejamento operacional em um modelo de plano de negócios envolve layout, processos operacionais, necessidade de recursos humanos e capacidade comercial, produtiva e de serviços.

- Arranjo físico ou layout: aqui se define a distribuição dos setores da empresa, o espaço das pessoas e a localização dos recursos (matérias-primas, móveis, mercadorias, vitrines, equipamentos etc.). O objetivo aqui é fazer com que o avaliador entenda como o empreendimento irá funcionar.

- Capacidade produtiva, comercial e de serviços: neste item deve ser informada a capacidade da produção ou da prestação de serviços, quantos funcionários serão envolvidos nos processos e quantos clientes poderão ser atendidos em um determinado período.

- Processos operacionais: aqui é registrado como o negócio funcionará, etapa por etapa. Deve constar como são fabricados os produtos, como será feita a venda de mercadorias ou a prestação de serviços, além das rotinas administrativas. Há que ser informado também os trabalhos que serão realizados, bem como os equipamentos e materiais necessários às tarefas.

- Necessidade de pessoal: deve haver uma projeção com a quantidade de pessoas que serão necessárias aos cargos dispostos, suas atribuições, requisitos do cargo etc. Informações como qualificação dos colaboradores e o que eles precisam aperfeiçoar também devem ser colocadas aqui – inclusive, com a forma como aperfeiçoarão seus conhecimentos, com cursos online com certificado, por exemplo. Em alguns modelos de plano de negócios, este item aparece na etapa "Estrutura Organizacional", com a Política de Recursos Humanos do empreendimento.

Há outras etapas do plano de negócios que são vistas no curso online do portal. Uma informação importante sobre elas é que não precisam ser seguidas de forma linear. Em determinada altura do plano, será preciso avançar, depois voltar a etapas anteriores. O sumário executivo, por exemplo, por ser um resumo, é o último a ser feito.

A seguir vamos abordar várias outras pautas que fazem parte do curso de plano de negócios e que serão fundamentais para a sua qualificação.

Estratégias de crescimento

Para manter um empreendimento é preciso que o plano de negócios apresente estratégias competitivas e para ampliá-lo, precisa de estratégias de crescimento. Veja de forma resumida uma abordagem sobre cada uma delas, depois aprofunde o conhecimento sobre os temas em nosso Curso Online Plano de Negócios.

O PN precisa contemplar a pós fase de lançamento do empreendimento – potenciais investidores vão querer saber qual o seu planejamento para o crescimento da empresa. Isso significa que a demonstração de que vai dar lucro não basta, é preciso que se tenha um plano para atingir novos mercados e clientes, e também a possibilidade de lançamento de novos produtos.

Conheça algumas estratégias de crescimento:

  • Novos mercados: a expansão geográfica pode implicar em uma ou mais filiais do empreendimento. Pensando a nível nacional, o e-commerce se apresenta como uma ótima alternativa.

  • Novos clientes: analisar um novo público que possa ter interesse no que o negócio oferece a direcionar a comunicação a ele.

  • Novos produtos: tenha em seu planejamento a possibilidade, seja a curto, médio ou longo prazo, a oferta de produtos ou serviços novos – essa é uma maneira eficiente de aumentar vendas.

  • Franquias: produtos e serviços consistentes e já reconhecidos podem se transformar em franquias.

  • Marketing: o acompanhamento do plano de negócios é essencial para ajudar com o crescimento do empreendimento. O plano de marketing deve ser revisto e usado para a expansão dos fatores direcionados ao crescimento.

Plano e cronograma de ações

Ao rever o plano de marketing, será necessário que se crie um plano de ação, para que os objetivos para a estratégia de crescimento sejam alcançados. O plano de ação não deve ter apenas o cronograma, mas sim tudo que se relaciona a colocar em prática o PM. Ele é composto por:

♦ Ações: cada atividade deve ser detalhada;

♦ Período ou cronograma: o prazo para a realização de cada atividade;

♦ Como será feito: a forma como serão desempenhadas as ações, com a ordem de prioridade;

♦ Responsável: define cada colaborador e sua função no plano, da execução à conclusão de cada atividade.

♦ Custo estimado: orçamento com os valores necessários ao desempenho de cada ação, como custos de criação, folha de pagamento etc.

O plano de ação é pauta de vários cursos online relacionados a planejamentos, ele pode ser encaixado em várias situações, como planejamento estratégico, plano de comunicação, marketing e outros.

Os certificados do Enfoque Capacitação podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Cenários alternativos

Em mais um dos tópicos do curso de plano de negócios do portal tratamos dos cenários alternativos, ou simulações de cenários. Mas para que serve isso? Bem, a simulação de cenários é um instrumento muito importante para o desenvolvimento de novas estratégias para um negócio, pois avalia ganhos e perdas de cada caminho possível de ser tomado.

Pela avaliação dos diversos rumos pelos quais o empreendimento pode seguir, essa análise ajuda na escolha do que estiver mais alinhado com os objetivos da empresa. Com a previsão de diversas possíveis situações futuras, esse instrumento de gestão é essencial para a preparação do empreendimento em direção aos cenários mais prováveis. Isso é feito por meio de um plano de ação, tema abordado no tópico anterior.

Essa previsão de cenários alternativos ajuda empreendedores em momentos nos quais é necessário ter uma reação positiva a mudanças, facilitando que visualizem as oportunidades que surgem, assim como que criem planos melhores para a solução dos problemas que surgirem no percurso.

Enfoque Capacitação: o melhor ensino a distância do país

Ao fazer sua matrícula para o Curso Online Plano de Negócios, você investe apenas R$ 69,90 na assinatura do Pacote Master e tem uma grata surpresa: além desse curso você terá acesso aos demais que compõem o pacote. São mais de 1.100 opções em qualificação, em diversas áreas.

Os cursos online com certificado opcional do portal podem lhe abrir várias portas no mercado de trabalho e podem ser úteis também em situações diversas, como progressão de carreira, pontos em provas de títulos e eliminação de créditos em atividades complementares.

Além de todas essas vantagens, há o grande diferencial dos cursos online: você pode estudar de onde estiver e quando quiser. Faça a sua inscrição e comprove por que nosso portal destaca-se no ensino a distância.

Compartilhe nosso artigo e nos deixe a sua opinião sobre os temas tratados aqui. Aproveite também nosso ebook O Guia Completo do Administrador 3.0 e fique por dentro das novidades na carreira administrativa. Bons estudos e até a próxima!