Guia completo do transtorno desafiador opositivo e suas terapias - Blog do Enfoque Capacitação

 BLOG

Blog Enfoque Capacitação

Cursos online e um mundo de informações

transtorno desafiador opositivo
 Equipe Enfoque Capacitação  10/01/2018
Guia completo do transtorno desafiador opositivo e suas terapias

O transtorno desafiador opositivo (TDO) é considerado um transtorno de personalidade e é mais comum do que se pensa em crianças. Ainda se sabe pouco sobre a origem do transtorno, mas é muito provável que fatores genéticos sejam uma das causas, assim como o ambiente em que a criança está inserida também contribua para a manifestação do transtorno, por exemplo se ela está inserida em um ambiente doméstico onde predominam os conflitos e brigas conjugais, uso excessivo de drogas, entre outros desajustes, ela tem mais probabilidade em desencadear o transtorno.

 O transtorno desafiador opositivo também é conhecido como transtorno opositivo desafiador  (TOD); transtorno desafiador e de oposição (TDO); transtorno de oposição desafiante (TOD); transtorno desafiador de oposição (TDO) e transtorno opositor desafiado (TOD). No CID 10 que é a Classificação Internacional de Doenças, este transtorno é encontrado como F 91.3 – Distúrbio Desafiador e de Oposição. 

Comportamentos frequentes de desobediência, tendência ao desafio e até mesmo a hostilidade para com os adultos e todo aquele que de certa forma representa uma figura de autoridade, são características marcantes nos portadores do transtorno desafiador opositivo. Nesta lista destacam-se pais e professores, os grandes desafiados e os mais necessitados de orientação em relação à como lidar com uma criança com TDO.

Se você é pai, mãe ou professor de uma criança com comportamento opositor, o Enfoque Capacitação criou um curso a distância para mostrar as terapias e medidas indicadas para tratar a criança, como a psicologia e a música, entre outros métodos, o Curso Online Transtorno Desafiador Opositivo. Além disso, vamos orientar você na mudança da maneira de lidar com a criança, pois mudando suas atitudes para com ela, você perceberá que a convivência e o enfrentamento do problema se tornará mais calmo.

Se você quiser saber sobre as medidas indicadas para o tratamento de TDO e sobre nossos cursos online com certificado, continue lendo!

A psicoterapia ajudando você a entender a criança com transtorno desafiador opositivo

Qual pai ou mãe ou qual educador já não se deparou com uma criança teimosa e birrenta? Aqui ressaltamos, que é comum crianças manifestarem birras, sinais de teimosia e até mesmo desobediência causada pela dificuldade no cumprimento de regras, como um teste por parte delas em relação à autoridade de pais e professores. O alerta deve existir quando este comportamento opositor começa a ser frequente, perdurando por meses.

Ficar atento no comportamento do seu filho ou do seu aluno é o primeiro passo para identificar se você está diante de uma criança se impondo e se mostrando de acordo com a fase que está vivenciando ou se você está diante de uma criança com transtorno desafiador opositivo. Aqui ressaltamos que em alguns casos o portador de TDO também pode apresentar o transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH), sendo sua incidência em cerca de 50% dos casos.

O Enfoque Capacitação oferece um curso online sobre o conhecido TDAH, que trata as principais características e estratégias de ensino que podem ser utilizadas com esse tipo de aluno, o Curso Online TDAH - Transtorno por Déficit de Atenção e Hiperatividade. Além desse curso, nosso portal oferece outros ótimos cursos online para que você possa sempre estar aprendendo mais sobre essa fantástica área que é a educação. E o melhor é que todos os cursos são ofertados com a opção de certificado e como cursos a distância.

Cursos relacionados que podem te interessar:

No Enfoque Capacitação você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso a diversos cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Abaixo listamos algumas situações que você deve se atentar caso a criança esteja manifestando por meses seguidos e a partir daí procurar ajuda de um profissional para os devidos diagnósticos e medicação, lembrando que o TDO ou qualquer outro transtorno deve ser avaliado e diagnosticado ou por um psiquiatra ou por um neurologista infantil e deve ser tratado o mais breve a partir do seu diagnóstico evitando assim o agravamento do transtorno.

Normalmente o diagnóstico é feito através da observação, por no mínimo seis meses, na qual a criança deve apresentar, pelo menos, metade das características mais comuns apontadas pelo Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais:

  • A criança perde a paciência com muita frequência;
  • Discute com um adulto com facilidade;
  • Tem dificuldades e recusa-se a acatar regras e desafia o adulto que a propôs;
  • De forma proposital e frequente consegue perturbar as pessoas a sua volta;
  • Culpa os outros pelos seus erros;
  • Tem dificuldades para trabalhar e brincar em grupos;
  • Se aborrece fácil rotineiramente;
  • Demonstra ira, ressentimento, rancor e desejo de vingança em muitos momentos.

Talvez seja na escola que a criança mais apresente estes sintomas havendo então a necessidade do professor atentar se o aluno está manifestando as situações acima com frequência e a partir da verificação, chamar os pais para um diálogo e orientá-los a procurar ajuda de um profissional. Lembramos que  o diagnóstico de transtorno desafiador opositivo só poderá ser feito por um profissional habilitado.

Atualmente, a educação está sendo cada mais vez inclusiva, buscando sempre incorporar alunos com dificuldade de aprendizagem em sala de aula. Se você tem interesse sobre esse assunto, não deixe de fazer nosso curso online que trata desde aspectos históricos sobre a inclusão até os desafios que ela traz, o Curso Online Educação Especial.

Diagnosticado o transtorno, o profissional, caso seja necessário, orientará o uso de uso de medicamentos que auxiliarão na diminuição da agressividade e da impulsividade da criança. Importante ressaltar que não existem medicamentos próprios para o tratamento do transtorno desafiador opositivo, o que existe são remédios para diminuir os sintomas, como a agressividade e impulsividade, como já citado.

Sendo o medicamento ministrado pelo profissional, provavelmente será orientada também o acompanhamento de um outro especialista, o psicólogo, e este por certo aplicará ou trabalhará com técnicas adequadas para atender às necessidades da criaça.  Este acompanhamento irá ajudar a diminuir o negativismo, ensinará novas formas de comunicação, formas menos agressivas, orientará a criança a controlar os impulsos e educará para novas habilidades sociais.

A terapia também é grande importância e muito útil para os pais, pois os ajudar a entender o problema da criança e os orientar lidar melhor com suas emoções, principalmente com a frustração e o sentimento de culpa.

Se você quer saber mais sobre esse amplo tema que é a criança com comportamento opositor, não esqueça de fazer nosso Curso Online Transtorno Desafiador Opositivo, que te dá mais informações sobre as principais características, os possíveis tratamentos e a melhor forma de lidar.

O psicólogo irá aplicar a psicoeducação, que consiste em informar e orientar pais e familiares para o enfrentamento do problema a partir do seu diagnóstico. Orientações de mudanças de hábito na maneira de agir com a criança, o exercício da paciência serão recomendações para ajudar na convivência familiar. Além da união e do empenho da família, é preciso ainda criar uma parceria entre pais e a escola, para que todos mudem seus hábitos e sua forma de agir com o portador do transtorno desafiador opositivo.

Ajustes de técnicas parentais

É no seio familiar que a criança ou adolescente portadora de transtorno desafiador opositivo vai começar o seu tratamento. E será na família, juntamente com pais, irmãos, avós e os parentes mais próximos que o portador de TDO terá a base para enfrentar e vencer o problema a partir de uma vivência de compreensão e empatia para com ele.

Segundo Teixeira, no livro O Reizinho de Casa, aprender a se comunicar com a criança sem alterações no tom de falar, fará com a que a sua comunicação com ela se torne saudável. Afinal se a criança tem um comportamento opositor ou agressivo, ao ver seus pais irritados, certamente ficará mais agitada. Então, quando falar com seu filho, que seja um diálogo natural, para que a conversa não fique estressante e improdutiva.

transtorno desafiador opositivo

Abaixo damos algumas dicas para que a conversa seja construtiva e útil para a criança e calma e tranquila para os pais, sem o estresse do mal comportamento. Vamos tentar?

  • Procure falar de forma clara e de modo calmo. Use frases curtas e objetivas; deixando bem claro o que você quer e qual comportamento espera dele.
  • Olhe naturalmente nos olhos dele, mantenha sua postura, seus gestos naturais. Não demonstre cara sisuda, carrancuda.
  • Faça perguntas sobre as situações que envolvam o momento, não recorra a coisas que já aconteceram no passado.
  • Faça perguntas em forma de diálogo e não pressionando e ouça com muita atenção as respostas dele. Ouça-o colocando-se no lugar dele.
  • Procure ver as coisas boas que ele apresenta e destaque-os para você, para os familiares e principalmente para ele.
  • Ajude-o a identificar suas emoções, converse passivamente com ele quando perceber que ele está ficando com raiva. É importante ele saber que você consegue identificar quando ele se enraivece. Converse e mostre a ele quando você está triste. 

Dessa forma, os ajustes de técnicas parentais têm por objetivo orientar uma mudança de comportamento. Conscientizar os familiares da necessidade de estreitar os laços de afetividade com o portador do transtorno, exercitando a paciência e acima de tudo com bons exemplos. É um trabalho educativo das emoções dos adultos e da percepção para com a criança com TDO.

O papel da escola no tratamento do transtorno desafiador opositivo

A escola é o local de convivência social entre as crianças e adolescentes proporcionando que os alunos através da convivência em grupo troquem experiências e adquiram conhecimentos e esses farão parte da bagagem dos alunos e serão de fundamental importância para o progresso do indivíduo.

O pedagogo ou o educador como é chamado, tem importante contribuição junto aos seus alunos na construção da identidade de cada um deles, mas, esses profissionais enfrentam um grande desafio desempenhando suas tarefas, além de saber lidar com comportamento opositor ou com a diversidade. Como é de conhecimento, a criança pode manifestar os sintomas de TDO em apenas um local, e algumas vezes este local é a escola. Daí a importância dos professores estarem atentos nos sintomas que caracterizam o transtorno desafiador opositivo.

Se você é um educador e quer sempre estar se atualizando e se aprimorando, você pode fazer isso através dos nossos cursos online com certificado. Um deles é o Curso Online Docência e Prática de Ensino, que poderá te ajudar a desenvolver novas técnicas de ensino para tornar o aprendizado do aluno mais fácil e eficiente.

Outro curso online muito interessante nesta área é o Curso Online Construção do Conhecimento na Educação Infantil, que trata das várias maneiras que ocorre a construção do conhecimento dentro de uma sala de aula. E o melhor de tudo, é que o nosso portal oferta tudo na forma de cursos a distância, para que você possa estudar da forma que melhor encaixa no seu horário.

Nosso portal conta com diversos cursos online e tudo feito através de um investimento de apenas R$ 69,00 por ano, te dando acesso a todos os nossos cursos do Pacote Master.

Os certificados do Enfoque Capacitação podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica
No Enfoque Capacitação você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso todos diversos cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Já descrevemos aqui no nosso post vários sintomas que devem ser observados para que sejam tomadas as iniciativas para iniciar um tratamento com profissionais adequados a partir de um diagnóstico.

Evidentemente, na escola o portador de transtorno desafiador opositivo, irá apresentar além dos sintomas descritos, alguns específicos como: não irá obedecer o professor, irá discutir com os superiores e com os colegas de classe, terá problema para trabalhar em grupo, terá dificuldades para acatar as regras e também não realizará os deveres. Isso fará com que algumas vezes este aluno comprometa seu desempenho escolar, precisando desta forma de todo o apoio da direção e equipe pedagógica da escola na criação de estratégias para uma maior integração entre o aluno, professores e colega de classe, quer na sala de aula ou fora dela, no recreio ou atividades externas, além de estratégias de aprendizado para incentivo ao aluno.

Uma boa estratégia é utilizar atividades lúdicas dentro da sala de aula, que façam o aluno se envolver e se interessar pela aula. Se você quiser saber mais sobre a ludicidade dentro do ensino, o Enfoque Capacitação tem um de seus muitos cursos online com certificado sobre esse incrível tema, o Curso Online Ludicidade.

Diante desta realidade, é mais que necessário que se invista invista em capacitação para os profissionais da escola, permitindo assim, que a escola seja a grande parceira da família no tratamento do transtorno. A união família e escola são aspectos importantíssimos para esta parceria. E esta união só será possível com o diálogo e o desejo profundo de ajudar, das ambas as partes.

Outras terapias e medidas indicadas

Como vimos, os pais e a escola têm uma importante função no sucesso do tratamento da criança ou do adolescente com transtorno desafiador opositivo. Evidentemente que seguir as orientações de um neurologista ou psiquiatra infantil é de vital importância, pois só ele saberá dar as coordenadas do caminho e das terapias a serem seguidas. A orientação aos outros integrantes da família também é necessária, pois toda a família unida e consciente de suas atitudes só tem a somar no progresso do tratamento.

Aqui ressaltamos que práticas de esportes, ou qualquer outra atividade que seja feita em grupo contribuirá e muito para as mudanças de comportamento da criança, entre elas a dança e a música, uma vez que esse tipo de atividade requer trabalho em grupo, propiciando a criança a convivência em equipe, chamando-a à disciplina, ao espírito de cooperação, além de todo o dinamismo das atividades.

Podemos concluir que ajudar uma criança ou um adolescente com TDO exigirá de todos os envolvidos, mudanças comportamentais e quebras de paradigmas. Lembramos que a terapia do amor incondicional é de extrema relavância entre as demais terapias. Quanto mais amada ela se sentir, mais fácil será para aceitar as regras.

Amor incondicional não quer dizer que você tenha que amar o comportamento do seu filho ou do seu aluno. Amar incondicionalmente requer de você o uso da paciência no dia a dia, da sabedoria no que falar e no agir e acima de tudo convidar todos ao uso da empatia. Colocar-se no lugar dele e sempre lembrar que quem precisa de ajuda é ele.

O Enfoque Capacitação sabe que pode ser complicado lidar com uma criança de TDO, e por isso oferece o suporte, trazendo conhecimento e dicas na hora de conviver com essa criança. Não esqueça que nosso portal oferta uma grande quantidade de cursos online que podem te ajudar a entender melhor o mundo infantil.

Não perca mais tempo e comece já a fazer nossos cursos a distância, inscreva-se já! Não esqueça também de fazer o nosso Curso Online Transtorno Opositivo Desafiador !

Compartilhe nosso post. Você pode estar ajudando alguém a entender como lidar com os portadores de TOD.

Data Modificação  10/01/2018
Colunista

Equipe Enfoque Capacitação

 

.

Somos associados

Somos associados a ABED - Assiciação Brasileira de Educação a Distância

 Aguarde...

C
o
m
p
a
r
t
i
l
h
a
r